07 maio 2010

Mãe Terra e Mãe Mulher

Falar em Mãe é tão complexo quanto o universo,
Pois, Terra e Mulher se assemelham.
As duas são férteis e fecundas, Elas geram e reproduzem vidas.
Guardam a semente em seu ventre para germinar,
Esperando o seu próprio tempo para brotar.
Protegem em seus colos para crescer e dormir,
Amamentam plantas e gente até tornar-se independentes para reproduzir.
A você Mãe Mulher que lutastes pela conquista da Mãe Terra,
Tens o perfume das flores, dos campos a beleza e o sabor da Natureza.
Mãe é carinho, amor, alimento, exemplo e segurança,
É afeto, paixão, tranquilidade, paz e esperança.
Seus espaços não são limitados, o que te resta é acreditar,
Sois, a metade da sociedade, e a mãe de toda a humanidade.
Fostes tu que descobristes o cultivo agrícola, através da observação,
E na existência da espécie humana, tens influência em todas as evoluções.
Mãe da roça e da cidade, trabalhadora explorada chegou a hora de despertar,
Para romper com a opressão, submissão e preconceito,
é preciso sua força somar.
Pois, as mesmas mãos que afagam a terra e acariciam os seus filhos,
Também são capazes de empunhar o facão para cortar as cercas do latifúndio.
O mesmo olhar que aprecia atentamente seu filho crescer,
Sem vacilar faz ronda no acampamento para a repressão não surpreender.
O peito que esconde um coração dócil, meigo e amigo,
Também guarda a revolta e a indignação de viver numa sociedade excludente.
A mesma mulher frágil capaz de chorar junto com seu filho que chora de fome,
Também ousa em enfrentar o exército e
empunhar armas em defesa de seus direitos.
Aquela voz suave e macia que carinhosamente fica ninando o bebê até adormecer,
Também é capaz de dar o grito de guerra e se põe em prontidão para se libertar.
A mesma Mãe que carrega o feto em seu útero
para o nascimento de um novo Ser,
É o embrião que fermentará os sentimentos dos novos tempos da revolução.


de Clairton Buffon

Feliz Dia das Mães a todas as mamães sem frescura! 

Escolhi essa poesia, porque fala da mãe/mulher forte, guerreira e sobrevivente.

6 comentários :

  1. que lindo poema... Um feliz dia das mães para ti.
    Passa lá no meu blog, que deixei uma mensagem linda que ganhei da Fair, que é protetora de cavalos da Chicote Nunca Mais.

    ResponderExcluir
  2. Ola... é com muito prazer, alegria e satisfação que vejo seu blog e nele minha poesia publicada... agradeço muito em optar por ela, gostaria de saber mais sobre você, meu email buffon.c@hotmail.com visitem meu blog www.poetadaterra.blogspot.com
    um forte abço

    Clairton Buffon

    ResponderExcluir
  3. Claro, tem mais é que divulgar... o PPS foi feito para isso, para ser repassado, passado adiante, etc...
    Aproveitamos o dia das mães para conscientizar também...
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Passei para desejar Feliz Dia das Mães!!!
    Como não tenho o teu e-mail deixo o link - http://universoalimentos.blogspot.com/search/label/Dia%20da%20M%C3%A3e


    Tá lindo o blog!!!!!!!!!!!!
    Beijo de mais uma sem freskuras (ou freskite como eu digo)

    ResponderExcluir
  5. Pois é minha querida, pouco conversamos.
    Tenho uma filha, Ana Rita(não-veg) com 28 anos e um neto, Afonso vegetariano, q me chama Vó-Mammy pq está comigo desde q nasceu! Ama as minhas comidinhas.. rsrs

    Aqui em PT o dia das mães foi no domingo anterior.
    Óptima semana!

    Namastê!

    ResponderExcluir
  6. Oi, é filhote? Os filhotes querem muito brincar com tudo, fios de lã, essas coisas...amarra um fio numa cadeira, deixa balançando que ele vai brincar muito...
    Outra coisa boa é o CatNip, acalma os agitados e agita os muito parados...
    Para limpar o banheirinho e chão, use vinagre, é ecológico e ainda tira o cheiro do xixi...
    Além de não fazer mal para eles...
    Acho q cada gato tem um jeito, com certeza tu vai descobrindo como ele é e entendendo seu comportamento...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...