16 maio 2010

Por que as pessoas não gostam de vegetais?


Quando se fala de uma salada, de um prato principal a base de legumes ou hortaliças ou mesmo uma fruta de sobremesa, geralmente se vê uma cara de asco ou talvez um gesto de indiferença. Por outro lado, se se serve um churrasco, uma pizza, salgadinhos, frios, uma torta holandesa, sorvete ou brigadeiro, os olhos brilham de satisfação. Por que colocamos tanto valor em alimentos tão mortos? Sei que eles são deliciosos, de fato o excesso de gordura, sal e açúcar que eles possuem os tornam irresistíveis. Porém, a riqueza de sabor de um vegetal é tão surpreendente, até pelo fato de não ter sido criado por nós, que parece muito estranho que a humanidade esteja substituindo alimentos que o corpo reconhece por aqueles que só fazem bem ao paladar, mas que destroem o resto do corpo…

Reflita comigo, se assim não fosse, não teríamos obesos, depressivos, diabéticos, cardíacos, entre tantas outras doenças causadas comprovadamente pelos hábitos alimentares na larga escala em que aparecem nas últimas décadas. Segundo uma pesquisa recente que li, as crianças dessa geração nos EUA já viverão menos que seus pais. Vocês já imaginaram isso? Crianças doentes e com má nutrição, simplesmente por causa da cara feia que todos fazem quando descobrem que ao invés do bolinho terá maçã, que a batata-frita virará cozida, que o salgadinho agora é uma porção de cenoura ralada?

Eu sei muito bem como todas essas pessoas se sentem, porque eu vivia a base de refrigerantes, frituras, doces e muito carboidrato. Cebola, alho, credo! Alface não tinha sabor, parecia pasto. Quando me tornei vegetariana, porque tive muita compaixão pelos animais, eu me desesperei, pois achei que não conseguiria viver num cardápio puramente vegetal. Mas ai, olhe que interessante: com o tempo, meu paladar foi mudando. A cada dia que passava sem toda aquela gordura e açúcar, o sabor dos vegetais começou a aparecer e pouco a pouco eu fui experimentando tudo aquilo que antes eu nem queria ter perto.

Qual conclusão a que cheguei? De que as pessoas não gostam de vegetais apenas por hábito. Não tem nada a ver com gosto pessoal. Pura balela. Pode-se gostar mais de rabanete que de almeirão, mas dizer que não se gosta de nada é desconhecer a própria natureza humana. Nosso corpo se movimenta com as vitaminas e minerais que absorve desses alimentos. Uma lasanha não tem nada disso. Além disso, viver numa ideia de sociedade aonde todos nossos nutrientes vêm de cápsulas ou de suplementos, torna o quadro tão triste! Parece que estamos passando por uma guerra nuclear e não existem mais alimentos para plantar.

Pense bem o quanto é lúdico encher o prato de cor: folhas verdes, hortaliças, frutos coloridos, legumes, sementes. Você alia prazer sensorial à confiança de estar colocando saúde dentro do corpo, ao invés de doença.

Por isso, não rejeite os vegetais. Troque hábitos e perceba o quanto seu paladar vai mudando….

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...