31 agosto 2010

True Colors - Cores Verdadeiras


Você, com olhos tristes,
Não fique desanimada.
Oh, eu sei,
É difícil criar coragem,
Num mundo cheio de pessoas
Você pode perder tudo de vista,
E a escuridão dentro de você
Pode te fazer sentir tão insignificante...

Mas eu vejo suas cores reais
Brilhando por dentro.
Eu vejo suas cores reais
E é por isso que eu te amo.
Então não tenha medo de deixá-las aparecerem,
Suas cores reais.
Cores reais são lindas
Como um arco-íris.

Mostre-me um sorriso então,
Não fique infeliz, não me lembro
Quando foi a última vez que vi você sorrindo.
Se este mundo te deixa louca
E você aguentou tudo que consegue tolerar,
Me chame
Porque você sabe que estarei lá...

E eu vejo suas cores reais
Brilhando por dentro.
Eu vejo suas cores reais
E é por isso que eu te amo.
Então não tenha medo de deixá-las aparecerem,
Suas cores reais.
Cores reais são lindas
como um arco-íris...

Não me lembro
A última vez que vi você sorrindo
Se este mundo te deixa louca
E você deu tudo o que você pode suportar
Me chame
Porque você sabe que eu estarei lá

E eu verei suas cores reais
Brilhando por dentro
Eu vejo suas cores reais
E é por isso que eu te amo
Então não tenha medo de deixá-las aparecerem,
Suas cores reais, cores reias
Cores reais estão brilhando através de você
Eu verei suas cores reais
E é por isso que eu te amo
Então não tenha medo de deixá-las aparecerem,
Suas cores reais
Cores reais são lindas,
Como um arco-íris...


Fonte: Vagalume





Desde que eu assisti Sex And The City 2 estou com essa linda música da Cyndi Lauper na cabeça.

Mudando os hábitos

Muitas pessoas acham difícil mudar hábitos adquiridos ao longos dos anos, principalmente se são costumes familiares ou mesmo matrimonial, isso mesmo, por incrível que pareça, com o casamento novos hábitos aparecem, o marido pega os da esposa e vice-versa, e juntos ainda criam novos hábitos.

Mas sou a prova real que hábitos ruins podem dar lugar aos bons, basta um pouquinho de esforço, criar consciência que é necessário mudar e insistir, porque demora um pouco para acostumar-se e deixar para trás velhos vícios e manias.

Não esqueça, talvez você não goste de certo alimento na primeira vez, segunda ou mesmo terceira vez, mas não desista, porque o paladar acaba acostumando, experiência própria, eu detestava grão-de-bico e PTS (proteína texturizada de soja), fazia para minha família, mas comia bem pouquinho, hoje sou fã assumida desses alimentos.

Lembre-se, mudar os hábitos é possível e vale muito a pena. Eu não deixo de comer nada que tenho vontade, mas encontrei o equilíbrio que tanto desejava.

Leita também:

30 agosto 2010

Dreadlocks

Quem não lembra do cabelo dread do Capitão Jack Sparrow, eu acho o máximo, desde que tenha aparência limpa, os muitos pesados e/ou grossos, dão impressão de sujos.
O da Shakira ficou muito legal, se tivesse coragem, faria igual o dela, mais fino,  para não ficar muito armado e também nem muito rente a raiz do cabelo, assim continua com leveza. 
 Para alguns homens, dependendo estilo, acho muito bacana também.
Olha como elas ficaram lindas de dread.

Acho super fashion, mas deve estragar muito o cabelo, fora o cheirinho desagradável que deve ficar, além de incomodar para dormir, mas quem sabe um dia crio coragem.

Dreadlock é uma forma de se manter os cabelos que se tornou mundialmente famosa com o movimento rastafari, consiste em bolos cilíndricos de cabelo que aparentam "cordas" pendendo do topo da cabeça. (leia mais)

24 agosto 2010

Bichinho de Estimação é da Família




Chova ou faça sol, no frio ou no calor, não deixe seu cachorrinho ou gatinho jogado no tempo, não quer ele com livre acesso aos  cômodos da casa/aptº, improvise um lugarzinho aconchegante para ele, um canto com cama, cobertor, água fresca e ração, e ele ficará muito feliz e viverá mais e com melhor qualidade de vida, afinal, estará protegido.  

Meu sogro tem 4 cães e construiu um abrigo para eles no quintal, não é  canil, muito pelo contrário, porque eles ficam livres, é quase uma edícula, aonde não entra chuva e nem vento, com uma casinha enorme para cada um. Parece um conjunto residencial canino, muito bacana.

Um coisa muito útil são aquelas grades de segurança, que serve tanto para bebês como para cães. Pode ser adaptada em qualquer porta, assim seu bichinho fica limitado e você mais tranquilo.

Muito me entristece ler por aí, "gente" desesperada porque não sabe o que fazer com seus cachorros que ficam no canil "abandonados" diga-se de passagem, enfim, não sabe como protegê-los do frio. Não entendo como alguém se diz "humano", mas não gosta de animais de estimação, nem mesmo respeita e trata-os com o mínimo de consideração que merecem.

Compaixão... passe adiante!

Vou lá brincar e já volto



O sonho, sonho mesmo, não se realiza quando vira concreto. Porque sonho, o sonho mesmo, é real e contente apenas no mundo dele, onde, de material, só existe o sonho, o sonho mesmo. 






Cronicato

Tô Virado!

Espírito de porco é? Tiraram essa infeliz expressão de onde? Ah, você não sabe? Tiraram da época em que escravizavam a eles mesmos, homens, apenas porque uns tinham cor de pele diferente. Eles queriam que seus escravos nos executassem. Porém, com medo de que nosso espírito pudesse atormentá-los, os pobres coitados se negavam a nos matar. Mas é óbvio que tinha quem fizesse o serviço. E tem até hoje. O homem vem, pega a gente de pequenininho, confina num lugar imundo, nos engorda com um monte de porcarias, depois nos executa com uma punhalada no coração, pendura para sangrar, etc, etc, etc - que eu não vou continuar para não fazer você vomitar -, e ainda tem a petulância de associar nosso nome à gente ruim... Pois saiba que espírito de porco é espírito guerreiro, meu amigo. Espírito de animal tão inteligente e generoso quanto os cães, que os humanos tanto gostam de ostentar. Os de raça, né. Olha, eu estou virado hoje. Dá licença.

17 agosto 2010

Eternamente Gilmore Girls


Referência de Caráter 
09 de janeiro de 2007

A quem interessar possa,

Nos quase 10 anos em que conheço Luke Danes, ele tem se mostrado um homem honesto e decente. É também uma das pessoas mais gentis e carinhosas que já conheci.
Sou mãe solteira e criei minha filha sozinha. Mas quando Luke Danes se tornou meu amigo, nunca mais me senti sozinha.
Luke e eu tivemos altos e baixos durante os anos, mas com tudo isso, a relação dele com minha filha Rory nunca mudou. Ele sempre esteve ao lado dela, independentemente de tudo. Estava lá nos aniversários, estava lá quando ela se formou na escola. Luke tem sido uma espécie de figura paterna na vida da minha filha.
Com a própria filha, Luke não teve a chance de estar lá nos primeiros 12 anos, mas deve ter essa chance agora. Quando Luke Danes entra na sua vida, é para sempre. Sei, por experiência pessoal que é uma dádiva. E não dar a ele acesso a filha seria privá-la de tudo que esse homem tem a oferecer. E ele tem muita coisa.


Obrigada pela atenção.


Atenciosamente


Lorelai Gilmore

Resolvi fazer uma homenagem ao meu seriado preferido, que apesar de já ter chegado ao fim em 2007, Gilmore Girls, estará para sempre em minhas lembranças. E um dos momentos mais emocionantes da última temporada, diz respeito ao casal, Lorelai e Luke, primeiramente a referência de caráter que Lorelai escreveu para ajudar Luke conseguir a guarda conjunta da filha dele, a  April e outro momento marcante foi Lorelai cantando I will always love you para Luke.



Por incrível que pareça, só hoje percebi que nunca comentei o final de Gilmore Girls aqui no blog, mas como nunca é tarde e nunca é demais para mim falar e relembrar esse seriado que marcou minha vida, vamos ao que me interessa. 


Até a 5ª temporada, o seriado foi perfeito, mas como tudo que é bom não dura para sempre, as últimas temporadas deixaram muito a desejar. Com a saída da criadora, escritora e produtora do seriado, Amy Sherman, as coisas saíram um pouco do contexto na 6ª e 7ª temporada, mas felizmente a Season Finale foi digna de Gilmore Girls, salvando todos os episódios antecessores. 
A última cena das meninas Gilmores, Lorelai e Rory tomando café na lanchonete do Luke, foi perfeita, assim começou e assim terminou. 


Abaixo, algumas fotos de cenas marcantes e personagens que tornaram esse seriado um grande sucesso.


O casal principal, Lorelai e Luke tiveram altos e baixos durante as 7 temporadas, mas terminaram juntos, para minha alegria, torci muito por eles.


Uma relação complicada de mãe e filha, assim era Lorelai e Emily, cheias de diferenças de ideais e ideias,    mas entre trancos e barrancos, elas encontraram uma forma amigável de se relacionarem e conviverem bem.


A melhor amiga de Lorelai Gilmore, a carismática e maluquinha Sookie, querida e uma excelente cozinheira.


Rory teve 3 grandes amores durante o seriado, mas acabou sozinha, colocando seu grande sonho a frente do coração, sua carreira jornalística. Ainda bem, porque nunca gostei muito dos seus pretendentes, muito  menos do último, Logan.


Christopher, pai da Rory, ele e Lorelai tentaram diversas vezes se acertarem, ficarem juntos, mas o coração dela, sempre foi do Luke.

Lane, a melhor amiga da Rory. Uma coreana cheia de personalidade, que saiu de casa para ser baterista de uma banda e acabou casando-se com o guitarrista e tendo gêmeos. Sua participação sempre foi muito bacana. E acima, o Kirk, o morador mais estranho de Stars Hollows e outros personagens que encheram o seriado com muita alegria.


Gilmore Girls era um seriado sobre amor e amizade, entre uma mãe e uma filha que tinham tudo em comum e muito para falar, porque elas falavam, e como falavam. 

Tenho a coleção inteira em casa, vejo e revejo sempre que tenho vontade e nunca enjôo. Para rir ou chorar, para se identificar ou apenas para relaxar, quem gosta de histórias de drama familiar, não existe seriado mais envolvente, pelo menos, para mim. 

Eternamente Gilmore Girls!!

Lorelai Gilmore - Lauren Grahan
Rory Gilmore - Alexis Bledel

11 agosto 2010

Os seres humanos me assombram



Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a Própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história. História que, nas palavras dirigidas ao leitor pela ceifadora de almas no início de A menina que roubava livros, "é uma dentre a pequena legião que carrego, cada qual extraordinária por si só. Cada qual uma tentativa - uma tentativa que é um salto gigantesco - de me provar que você e sua existência valem a pena".


Hoje finalmente terminei esse livro, levei mais de um ano para chegar a metade e menos de 5 horas, divididas em 3 dias para ler a outra metade. Confesso que demorei todo esse tempo, porque a história, não prendeu a minha atenção, apesar de bem escrita, detalhada e personagens profundos. Escrita por Markus Zusak e contada pela Morte, tudo acontece em plena  segunda guerra mundial, e no meio de toda  aquela  tragédia, Liesel Meminger encontra coragem e conforto furtando livros, e a Morte fica impressionada com aquela menina tão especial, afinal, ela encheu as pessoas ao seu redor de amor e foi amada na mesma intensidade por todos.

Alguns trechos do livro:
  • Eu não carrego gadanha nem foice. Só uso um manto preto com capuz quando faz frio. E não tenho aquelas feições de caveira que vocês parecem gostar de me atribuir à distância. Quer saber a minha verdadeira aparência? Eu ajudo. Procure um espelho equanto eu continuo. 
  • Vez por outra, eu imaginava como seria tudo acima daquelas nuvens, sabendo sem sombra de dúvida, que o Sol era o louro e a atmosfera interminável era um gigantesco olho azul. 
  • Um ideia bonita. Uma roubava livros. O outro roubava o céu.
  • Ela aguardou a asfixia do sono. 
  • O Silêncio não era quietude e nem calma, e não era paz.
  • E não sou muito boa nessa história de consolar, especialmente quando tenho as mãos frias e a cama é quente. 
  • O sol mistura a terra. Rodando, rodando, ele nos mistura como um ensopado.
  • É que eu estava com tanta raiva e tanto medo, que quis matar as palavras. (...) Adoro esse lugar e o odeio, porque ele é cheio de palavras.
  • Odiei as palavras e as amei, e espero tê-las usado direito.
  • Já vi inúmeras coisas neste mundo. Frequento as piores desgraças e trabalho para os piores vilões.
  • Há uma multidão de histórias que permito que me distraiam enquanto trabalho, assim como as cores. Eu as apanho nos lugares mais azarados, mais improváveis, e me certifico de recordá-las enquanto executo meu trabalho. A menina que roubava livros é uma dessas histórias.
  • E a última nota da narradora - "Os seres humanos me assombram".
E se você ainda não leu, o que está esperando, afinal, quando a Morte conta uma história, você deve parar para ler.

Agora finalmente posso começar meu livro novo, sem deixar A menina que roubava livros para trás.

08 agosto 2010

Religiosidade não é religião

Religiosidade não é religião - livro que ganhei do meu marido.

Religião é uma rocha morta.
Não ensino religião,
mas religiosidade, 
um rio que flui,
mudando continuamente seu curso,
mas que finalmente chega ao oceano.
Uma rocha pode ser muito antiga,
muito mais experiente,
mas uma rocha é uma rocha,
e está morta;
não se move com as estações,
não se move com a existência,
ela está simplesmente aí.
E você já viu alguma rocha
cantando ou dançando?
Para mim religião é uma qualidade,
não uma organização.
Todas as religiões que existem,
e elas não são em número pequeno
- há trezentas religiões no mundo -
todas elas são rochas mortas.
Elas não fluem, não mudam, 
não se movem com os tempos.
E qualquer coisa que esteja morta
não vai ajudar você.


Eu conheço apenas uma virtuda, que é a consciência!
(Osho)

07 agosto 2010

Banana à Milanesa


Ingredientes
  • 1/2 xícara de água
  • 2 colheres de sopa de farinha de arroz (ou maizena)
  • farinha de rosca para empanar
  • 3 bananas cortadas ao meio
  • óleo para fritar
Faz uma pastinha com a farinha de arroz e água. Envolve a banana e em seguida passa ela na farinha de rosca, fica uma crostinha bem firme, use a mão para garantir que a farinha de rosca está bem grudada e para não soltar nada durante a fritura. Fritar em bastante óleo e bem quente, a banana deve ficar coberta de óleo.

Não esqueça que banana à milanesa pode acompanhar comida salgada ou ser servida como sobremesa, misturada com açúcar e canela.

Essa receita serve para empanar tudo que quiser fazer à milanesa, como couve-flor e bife de soja.


Obs.: fotos meramente ilustrativas, mas garanto que ficaram tão bonitas quanto dessa imagem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...