29 outubro 2010

Cuidado!

Em clima de Halloween
Cuidado Com a Cuca
Que a Cuca te pega
E pega daqui
E pega de lá

A Cuca é malvada
E se fica irritada
A Cuca zangada
Cuidado com ela
A Cuca é matreira
E se fica zangada
A Cuca é danada
Cuidado com ela

Cuidado com a Cuca
Que a Cuca te pega
E pega daqui
E pega de lá

A Cuca é malvada
E se fica irritada
A Cuca zangada
Cuidado com ela
Cuidado com a Cuca
Que a Cuca te pega
A Cuca é danada
Ela vai te pegar.



Simplicidade


Simplicidade,
uma palavra perdida,
quase esquecida
em meio a tanta
futilidade.

Simplicidade,
palavra tão rica,
esconde a grandeza
tamanha beleza
inimiga da vaidade.

Simplicidade,
um gesto, um tom,
Simplicidade
um verso, um som.

Simplicidade
esconde a beleza
Simplicidade
esbanja magia
Simplicidade
exala harmonia.

Simplicidade...
palavra fascinante
Simplicidade...
palavra brilhante
Simplicidade...
palavra constante...
Simplicidade...
apenas
Simplicidade.

Simone Martins
"A futilidade é a alma gêmea da ignorância. 
A arrogância é a alma gêmea da incompetência. 
A vaidade é a mãe delas." 
(Mª Angélica)

28 outubro 2010

Ex mulherzinhas e a alienação parental


SÍNDROME DA ALIENAÇÃO PARENTAL

Cláudio da Silva Leiria - promotor de justiça 

Fato infelizmente comum após a separação dos pais é a ocorrência da Síndrome da Alienação Parental. 

Pode-se conceituar a ‘Síndrome da Alienação Parental’ (SAP) como o processo de ‘programar’ uma criança para que odeie o genitor não-guardião sem justificativa idônea.

Esse fenômeno ocorre por influência do genitor guardião (via de regra a mãe, que fica com a guarda em aproximadamente 91% dos casos de separação e divórcio), com quem a criança estabelece laços afetivos mais fortes. Quando a síndrome se instala, o relacionamento da criança com o genitor alienado fica irremediavelmente comprometido.

O genitor que tem a guarda do filho vale-se de comportamentos manipuladores, induzindo a criança, por meio de técnicas e processos, a criar uma má imagem do outro genitor (não guardião), visando ‘puni-lo’ e expulsá-lo por completo da vida dos filhos. Com o tempo, o filho, consciente ou inconscientemente, passa a colaborar com essa finalidade, situação altamente destrutiva para ele e para o genitor alienado.

Fica evidente que a SAP está intimamente ligada a uma relação extremamente conflituosa entre os pais. 

Segundo dados do IBGE (2002), cerca de 1/3 dos filhos de pais divorciados perdem contato com seus pais, sendo privados do afeto e convívio com o genitor ausente, o que tem conseqüências trágicas no seu desenvolvimento psicossocial.

O genitor alienante é indivíduo superprotetor e tem o desejo de possuir o amor dos filhos com exclusividade. É comum que o genitor alienante, para manipular o afeto do filho, use de expressões como: ‘seu pai abandonou vocês’; vocês deveriam ter vergonha de seu pai’; seu pai não se importa com vocês’; ‘seu pai não dá dinheiro suficiente para manter vocês’, etc. 

Ainda, o genitor alienante costuma impedir qualquer contato entre o filho e os parentes do ex-cônjuge, aumentando o sentimento de perda da criança, já abalada com a separação dos pais.

Infelizmente, também é corriqueiro que o genitor alienante não autorize a convivência do filho com o genitor alienado fora dos dias e horários determinados judicialmente. Isso quando não descumpre as ordens judiciais, visando impedir de toda forma o convívio do filho com o genitor alienado. 

O genitor alienado, por não saber como lidar com a situação, adota atitude passiva. No entanto, continua amando seus filhos, na esperança de no futuro reconstruir as relações prematuramente rompidas. Enquanto isso não acontece, sofre imensamente com a falta de convívio com os filhos.
Mas os personagens que mais sofrem nessa tragédia, sem dúvida, são os filhos, que continuam amando o genitor alienado. 

Os filhos, como mecanismos de autodefesa, negam o conflito, acreditando que rejeitam o pai por crença própria, e não por induzimento do genitor guardião; nutrem sentimentos de baixa estima, exteriorizando comportamentos regressivos, como queda de rendimento escolar e urinar nas vestes; não adaptam-se aos ambientes sociais em que devem interagir; apresentam agressividade imotivada.

Pode-se dizer que o filho tem a SAP quando começa a nutrir sentimento de aversão ao genitor alienado, não querendo mais o ver. Ter de ‘tomar o partido’ do genitor alienante faz a criança pensar que perderá para sempre o amor do genitor alienado, o que gera um sofrimento mental indescritível. Em situações extremas, a SAP pode causar na criança depressão, perturbações psiquiátricas e até suicídio. 

Quando adulto, o filho perceberá que fez uma grande injustiça ao genitor alienado, e passará a odiar o genitor alienante.

Para superar a SAP, os pais devem ter, dentre outros, qualidades superiores para exercerem suas funções parentais; grande equilíbrio emocional; amor incondicionado aos filhos; e contar com a necessária ajuda jurídica e psicológica especializada.

Lidar com a SAP exige também grande consciência e atenção por parte dos operadores do Direito, assistentes sociais e conselheiros tutelares, que devem buscar elementos para enfrentamento do problema na área da Psicologia, uma vez que se trata de relacionamentos humanos conflituosos.

Por fim, refira-se que a alienação parental é uma das maiores formas de abuso contra a criança, podendo levar à perda do poder familiar do genitor alienante. (fonte)


Punição para quem cometer Alienação Parental

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta quinta-feira (26) a lei que pune pais e mães que tentam colocar seus filhos contra o ex-parceiro, comportamento conhecido como alienação parental. A nova legislação prevê multa, a ser definida pelo juiz, acompanhamento psicológico ou perda da guarda da criança.

Diante de uma denúncia de alienação parental, o juiz deverá pedir um laudo psicológico para verificar se a criança está, de fato, sofrendo manipulação. Segundo a lei, se for verificada a veracidade das acusações, o juiz poderá“ampliar o regime de convivência familiar em favor do genitor alienado, estipular multa ao alienador, determinar acompanhamento psicológico ou determinar a alteração da guarda do menor”.

Lula vetou o artigo da lei que permitia o uso de “mediação extrajudicial”para solucionar conflitos relacionados à alienação parental. Para o presidente, a Constituição Federal estabelece que a mediação só pode ser feita perante um juiz.

O presidente também vetou o trecho da lei que estabelecia pena de prisão de seis a meses a dois anos para o parente que apresentar relato falso a uma autoridade judicial ou membro do conselho tutelar que pudesse “ensejar restrição à convivência da criança com o genitor”. Lula justificou o veto dizendo que essa punição é contrária aos interesses da criança e poderia coibir denúncias de maus tratos.

De acordo com a lei, alienação parental ocorre quando há “interferência na formação psicológica da criança ou do adolescente promovida ou induzida por um dos genitores, pelos avós ou pelos que tenham a criança sob sua autoridade, guarda ou vigilância para que repudie o genitor ou que cause prejuízo ao estabelecimento ou à manutenção de vínculos com este”.

Entre os atos que podem ser classificados como alienação está dificultar o contato da criança com o genitor, omitir dele “informações relevantes” sobre o menor e apresentar falsas denúncias sobre parentes da criança. (fonte)

Obs.:  Já vi de perto algumas crianças passarem por isso por causa da influência da mãe.

27 outubro 2010

Tudo sobre Grão-de-bico


Grão-de-bico espanta a depressão. A leguminosa está lotada de triptofano, um aminoácido essencial para a produção da serotonina a substância que traz sensações agradáveis. E esse é só um dos seus atributos.

Vamos direto ao ponto: o grão-de-bico não ocupa lugar de destaque no ranking das leguminosas mais populares. Questão de gosto ou questão de preço? É difícil dizer, mas a verdade é que essa espécie custa pelo menos cinco vezes mais do que outro membro da família, o feijão, que também já não é tão assíduo na mesa do brasileiro. A relação custo benefício, porém, vale o investimento. Quem vive meio tristonho sem motivo aparente na certa mudaria de humor se botasse esse alimento no prato com freqüência.

É provável até que nossos ancestrais soubessem desse efeito. Ou então teriam desistido do cultivo da planta, extremamente sensível às condições de clima e solo e também ao ataque de pragas. Hoje quem empresta sua chancela à leguminosa é a prestigiada revista científica internacional Journal of Archaeological Science, que divulgou recentemente trabalho de pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém e daUniversidade de Haifa, ambas em Israel, exaltando suas propriedades.

Por aqui nossos cientistas também dão seu aval ao grão-de-bico, boa fonte de ferro, carboidratos e proteínas. Leonardo Boiteux, estudioso do centro nacional de pesquisa de hortaliças da Embrapa, empresa brasileira dedicada ao estudo e ao desenvolvimento agropecuário, atribui o alto teor protéico a uma combinação de aminoácidos. Entre eles a estrela é o triptofano, que aparece em grandes quantidades. Essa substância é usada pelo organismo para a produção de um neurotransmissor chamado serotonina, responsável pela ativação dos centros cerebrais que dão sensação de bem-estar, satisfação e confiança.

"Boas doses desse composto resultam ainda em diversos efeitos fisiológicos, como maiores taxas de ovulação e melhora no padrão de desenvolvimento das crianças", diz o pesquisador. A nutricionista Andréa Penatti Ferreira, que recentemente estudou as alterações químicas do grão-de-bico durante o cozimento para sua dissertação de mestrado na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP, em Piracicaba, acrescenta que a disponibilidade de ferro é outro diferencial da leguminosa. (fonte)

Veja os 6 maiores benefícios do grão-de-bico à sua saúde


Mais nutritivo que o feijão 

O grão-de-bico tem 30% de proteína, além de zinco, potássio, cálcio e magnésio. Se consumido todos os dias, reduz o nível de colesterol ruim. 


Regula o intestino 

Rico em fibras, ele também possui ácido fólico, indispensável na dieta de mulheres grávidas porque previne problemas no feto. 


Previne doenças 

O grão-de-bico contém hormônios vegetais usados na reposição hormonal. Essas substâncias são eficazes na prevenção da osteoporose e no combate a doenças do coração e câncer de cólon. 


Para diabéticos e anêmicos 

Esse grão tem carboidratos que são digeridos e absorvidos lentamente. Por isso, ele aumenta a glicose aos poucos e reduz o nível de açúcar no sangue. Além disso, o ferro presente no alimento combate a anemia. 


Alimento da alegria 

Ele afasta a depressão porque aumenta a produção de serotonina. Isso graças à alta taxa de triptofano (a mesma substância que faz do chocolate uma ótima fonte de bem-estar). 


Peso ideal 

Ele ajuda a emagrecer porque aumenta a sensação de saciedade. (fonte)

Agora 2 Receitas minhas com Grão-de-Bico


Modo de preparo do Grão-de-Bico - deixar o grão-de-bico de molho de um dia para o outro. Cozinhar na panela de pressão por aproximadamente 15 minutos.

Molho Bolonhesa de PTS com Grão de Bico

Faça um molho de tomate do seu gosto, quando estiver pronto, coloque a PTS para hidratar nele, assim se faz um molho bolonhesa. Em seguida acrescenta o grão-de-bico(300g). 

Torta de Grão de Bico com Recheio de Palmito

No processador de alimentos, triture o grão-de-bico(500g), com 200ml de água, azeite, 1 caldo de legumes(esfarelado) e orégano até formar uma massa homogênea. Para o recheio, refogue cebola, alho e pimentão, adicione o palmito, manjericão, cebolinha, 2 caldos de legumes, 1/2 lata de molho de tomate e um pouco de água. Deixe ferver um pouco e se desejar, adiciona 1/2 caixinha de creme de soja ou 2 colheres de requeijão cremoso. Unte uma travessa com óleo e farinha de rosca, coloque metade da massa de grão de bico, o recheio e cubra com o resto da massa. Regar com azeite de oliva e se desejar, polvilhar com queijo ralado. Levar ao forno médio por 20 minutos. 

Alimentos Antioxidantes


Os radicais livres em excesso reagem com proteínas e outras substâncias contribuindo para o envelhecimento precoce. Fatores como poluição, tabagismo, ingestão de bebidas alcoólicas e nutrição inadequada podem agravar a produção de radicais livres. Para manter seu corpo saudável e longe destas substâncias, o Blog Mundo Verdedá a dica de 10 alimentos antioxidantes que não podem faltar na sua mesa (seleção da nutricionista da Rede Mundo Verde Thais Souza).

  • Cacau - presente em grandes quantidades no chocolate amargo. Rico em polifenóis, substâncias antioxidantes benéficas à saúde do coração e à circulação.
  • Cenoura – fonte de betacaroteno um pigmento natural, também conhecido como pró-vitamina A. Atua no retardo do envelhecimento precoce. O betacaroteno pode ser encontrado na forma de cápsulas.
  • Chá verde – preparado através da infusão da planta Camellia sinensis, é fonte de catequinas que apresentam importante ação antioxidante. Evita danos celulares que promovem a iniciação do desenvolvimento de tumores.
  • Cúrcuma – também chamada de açafrão. Fonte de curcumina, de ação antioxidante, protege contra doenças cardiovasculares etambém contra iniciação e desenvolvimento de tumores.
  • Frutas cítricas – como laranja, limão e tangerina, são fontes de vitamina C que atua no retardo do envelhecimento precoce.
  • Linhaça – fonte de ômega 3 que apresenta ação vasodilatadora e inibe a agregação plaquetária, que previne doenças cardiovasculares.
  • Oleaginosas – fontes de gorduras insaturadas, vitaminas e minerais. Atuam na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer e combatem o envelhecimento precoce.
  • Óleo de coco – rico em vitamina E, que atua na diminuição do processo de envelhecimento das células, e na proteção a doenças crônicas não transmissíveis como câncer e doenças cardiovasculares.
  • Suco de uva integral – fonte de resveratrol, um poderoso antioxidante presente na casca da uva. Atua “varrendo” os radicais livres do organismo, inibe a oxidação das gorduras e a agregação plaquetária, auxiliando na prevenção de doenças cardiovasculares.
  • Tomate – fonte de licopeno, um antioxidante da família da vitamina A. Seu consumo está relacionado à redução do risco de desenvolvimento de câncer de próstata, pulmão e estômago. O licopeno também pode ser encontrado em cápsulas.
fonte - Mundo Verde - via @PAULAVOLPE

Risoto de Tofu - simples

Coloque a água ferver, enquanto isso refogue 1 cebola pequena cortada bem miudinha no azeite. Em seguida juntar 500 gramas de tofu picadinho, 2 cubos de caldo-de-legumes, manjericão e açafrão(opcional). Refogar tudo a adicionar 2 xícaras de arroz e meia lata de molho de tomate. Colocar a água fervendo até em cima da panela. Deixar cozinhar e quando começar a secar, verificar se precisa de sal e juntar uma caixinha de creme de soja, mexer e desligar o fogo. Fechar a panela e deixar descansando por 10 minutos. Abrir e salpicar com cebolinha.  

26 outubro 2010

Torta de Ricota

Perfeita

O aniversário do meu marido está chegando e ele já fez seu pedido de bolo, o mesmo de todo ano, ele quer Torta de Ricota, a que eu faço, claro! 

Ingredientes do Recheio
  • 1/2 kg de ricota
  • 1 lata de leite condensado
  • 1lata de leite de vaca
  • 3 colheres (sopa) de açúcar
  • 3 colheres (sopa) de maizena
  • Gotas de baunilha
  • Raspas de limão
  • 4 gemas / Claras em neve
  • Passas sem sementes

Bate tudo no liquidificador. As passas e as claras mistura depois de desligado.

Massa da Torta (eu sempre dobro a quantidade, para não ficar mto fina a massa)
  • 1 xícara de farinha
  • 1 gema
  • 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1 colher de chá de fermento
  • 2 colheres de margarina
Bate a gema com a margarina e o açúcar. Acrescenta a farinha e o fermento.
Forrar uma forma com fundo removível. Cobrir com o recheio e assar em forno médio por aproximadamente 50 minutos.

24 outubro 2010

Bolo de Fubá - sem ovos



  • 1 1/2 xícara de farinha de trigo
  • 1 1/2 xícara de farinha de fubá
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 2 xícaras de leite de soja e/ou outro da preferência (coco, amêndoas, arroz...)
  • 3/4 xícara de óleo
  • 1 1/2 colher de sopa de fermento 
  • 1 colher de sopa de semente de erva-doce
Misturar tudo e assar em assadeira com furo no meio (pudim), por aproximadamente 30 minutos.

22 outubro 2010

A Velhice



A beleza disto

Todo mundo, mais cedo ou mais tarde, está destinado a ficar velho. Temos que entender a beleza da velhice e também a liberdade da velhice.
Temos que entender a sabedoria da velhice; temos que entender seu tremendo desprendimento de todas as coisas tolas que acontecem nas vidas das pessoas que ainda são jovens.
A velhice dá a você uma certa estatura, e se essa estatura puder ser associada à meditação... você irá perguntar a si mesmo: por que você desperdiçou a sua juventude, por que seus pais destruiram sua infância, por que a meditação não lhe foi dada como o primeiro presente, no dia em que você nasceu?
Mas em qualquer época que você conheça a meditação, nunca é tarde demais. Mesmo a poucos momentos antes de sua morte, se você conseguir entender o significado do seu ser, sua vida não foi um desperdício.


A velhice é sua própria criação

A velhice no Oriente tem sido imensamente respeitada. No passado era tido como um ato vergonhoso — quando suas crianças já haviam se casado, quando suas crianças já estavam tendo filhos — você estar ainda totalmente apaixonado, ainda escravo da biologia.

Você deveria elevar-se; é tempo de deixar o campo para outros tolos jogarem futebol. Quando muito, você pode ser um juiz, não um jogador...

A menos que você aceite com gratidão tudo o que a vida traz, você estádeixando escapar o sentido, não está compreendendo. A infância foi bela; a juventude teve as suas flores; a velhice tem os seus próprios picos de consciência.

Mas o problema é que a infância vem por si própria e com a velhice você deve ser muito criativo.

A velhice é sua própria criação.

Ela pode ser um sofrimento, ela pode ser uma celebração; ela pode ser simplesmente um desespero e pode ser também uma dança. Tudo depende de quão profundamente preparado você está para aceitar a existência e o que quer que ela lhe traga.

Algum dia ela trará a morte também — aceite-a com gratidão.

Osho - via Palavras de Osho

Filtro Solar


Nunca deixem de usar filtro solar!
Se eu pudesse dar uma só dica sobre o futuro, seria esta: use filtro solar. Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar estão provados e comprovados pela ciência; já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante.

Mas agora eu vou compartilhar esses conselhos com vocês.
Aproveite bem, o máximo que puder, o poder e a beleza da juventude.
Ou, então, esquece... Você nunca vai entender mesmo o poder
e a beleza da juventude até que tenham se apagado.
Mas, pode crer, daqui a vinte anos, você vai evocar as suas fotos e
perceber de um jeito - que você nem desconfia hoje em dia
quantas tantas alternativas se lhe escancaravam à sua frente,
e como você realmente tava com tudo em cima.
Você não é tão gordo(a) quanto pensa!

Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que pré-ocupação
é tão eficaz quanto mascar chiclete
para tentar resolver uma equação de álgebra.
As encrencas de verdade de sua vida tendem a vir de coisas que nunca
passaram pela sua cabeça preocupada, e te pegam no ponto fraco às quatro
da tarde de uma terça-feira modorrenta.
Todo dia enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade.
Cante.

Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano.
Use fio dental.
Não perca tempo com inveja.
Às vezes se está por cima,
às vezes por baixo.
A peleja é longa e, no fim,
é só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber.
Esqueça as ofensas.
Se conseguir isso, me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Jogue fora os extratos bancários velhos.
Estique-se.

Não se sinta culpado por não saber o que fazer da vida.
As pessoas mais interessantes que eu conheço não sabiam,
aos vinte e dois, o que queriam fazer da vida.
Alguns dos quarentões mais interessantes que conheço ainda não sabem.
Tome bastante cálcio.
Seja cuidadoso com os joelhos.
Você vai sentir falta deles.
Talvez você case, talvez não.
Talvez tenha filhos, talvez não.
Talvez se divorcie aos quarenta, talvez dance ciranda em suas bodas de diamante.
Faça o que fizer, não se auto-congratule demais, nem seja severo demais com você.
As suas escolhas tem sempre metade das chances de dar certo.
É assim pra todo mundo.

Desfrute de seu corpo.
Use-o de toda maneira que puder. Mesmo.
Não tenha medo de seu corpo ou do que as outras pessoas possam achar dele.
É o mais incrível instrumento que você jamais vai possuir.
Dance.
Mesmo que não tenha aonde além de seu próprio quarto.
Leia as instruções, mesmo que não vá segui-las depois.
Não leia revistas de beleza. Elas só vão fazer você se achar feio.

Dedique-se a conhecer os seus pais.
É impossível prever quando eles terão ido embora, de vez.
Seja legal com seus irmãos. Eles são a melhor ponte com o seu passado
e possivelmente quem vai sempre mesmo te apoiar no futuro.
Entenda que amigos vão e vem, mas nunca abra mão de uns poucos e bons.
Esforce-se de verdade para diminuir as distâncias geográficas
e de estilos de vida, porque quanto mais velho você ficar,
mais você vai precisar das pessoas que conheceu quando jovem.

More uma vez em Nova York, mas vá embora antes de endurecer.
More uma vez no Havaí, mas se mande antes de amolecer.
Viaje.

Aceite certas verdades inescapáveis:
Os preços vão subir. Os políticos vão saracotear.
Você, também, vai envelhecer.
E quando isso acontecer, você vai fantasiar que quando era jovem,
os preços eram razoáveis, os políticos eram decentes,
e as crianças, respeitavam os mais velhos.
Respeite os mais velhos.
E não espere que ninguém segure a sua barra.
Talvez você arrume uma boa aposentadoria privada.
Talvez case com um bom partido.
Mas não esqueça que um dos dois pode de repente acabar.

Não mexa demais nos cabelos senão quando você chegar aos quarenta
vai aparentar oitenta e cinco.
Cuidado com os conselhos que comprar,
mas seja paciente com aqueles que os oferecem.
Conselho é uma forma de nostalgia.
Compartilhar conselhos é um jeito de pescar o passado do lixo, esfregá-lo,
repintar as partes feias e reciclar tudo por mais do que vale.

Mas no filtro solar, acredite!

(Pedro Bial)

17 outubro 2010

Vegetarianos são mais cheirosos

Comer carne vermelha afeta o cheiro do seu corpo
Sabia que o cheiro do seu corpo está relacionado com o que você come? Apesar da maioria dos odores corporais serem causados pela presença normal de bactérias na pele metabolizando o açúcar e proteínas do suor, alguns alimentos podem influenciar em como você cheira.
E a carne vermelha pode ser um dos principais motivos de algumas pessoas cheirarem mal. Segundo estudo publicado no jornal “Chemical Senses”, pessoas que seguem uma dieta vegetariana foram consideradas com odor mais agradável, mais atrativo e menos intenso que pessoas que comem carne animal.
Além da carne, alimentos como alho, cebola, vinagre, queijos e comidas fermentadas também contribuem no cheiro corporal. Os componentes desses alimentos são absorvidos pelo nosso corpo e caem na corrente sanguínea e pulmões depois da digestão, não só causando mau cheiro como mau hálito também.

Por Priscila Harumi - Dieta nunca mais 

16 outubro 2010

10 razões definitivas para ter um amigo de estimação



Segundo o veterinário Marty Becker, autor do livro O Poder Curativo dos Bichos (Ed. Bertrand Brasil), no vocabulário inicial infantil, cachorro e gato estão no mesmo nível de papai e mamãe – portanto, se o seu filho falou “au-au” primeiro que “mamá”, não precisa entrar em crise. E tem mais: entre as primeiras 50 palavras que uma criança diz, sete referem-se a animais de estimação. De onde será que vem toda essa magia que une pessoas e animais? Ora, ora, diante de tantos benefícios que eles trazem à nossa vida, fica fácil descobrir. Veja só: ter um bicho...

1. Aumenta o senso de responsabilidade 


Eles são fofos e estão sempre prontos para brincar, mas precisam de cuidados. É bom que você saiba que essa parte vai ficar com você, mas dá para combinar que seu filho será responsável por algumas tarefas – as mais legais e divertidas –, como a troca de água e as brincadeiras diárias, por exemplo. Até ele se acostumar, você terá de lembrá-lo, como deve fazer sempre para que lave as orelhas no banho. É assim que ele vai entender que, se não cumprir com a sua responsabilidade, o bicho poderá sofrer.

2.Facilita a socialização 


A companhia de um animal dá à criança a oportunidade de ensaiar para o contato com as pessoas e a gente não está falando aqui de tratar bicho feito gente. Juntos, eles aprenderão a respeitar o espaço um do outro. Enquanto o bicho estiver dormindo ou comendo, é fundamental que você ensine seu filho a deixá-lo quieto, caso contrário ele pode ficar nervoso. Afinal, quem não ficaria se fosse cutucado no melhor do cochilo? Se a criança for contrariada pelo pet, pode ser uma boa maneira de aprender a lidar com frustrações. Durante um passeio, muitas pessoas vão se aproximar para fazer carinho. Cachorro com criança, então, é combinar dois fatores atrativos enormes para começar um papo no parque. E seu filho vai interagir, você vai ver!

3. Fortalece o sistema imunológico 


Não faltam pesquisas para provar o quanto essa informação é verdadeira. Um levantamento de estudos feito por pesquisadores do departamento de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP) confirma a melhora da imunidade de bebês e crianças. Segundo os cientistas, a companhia de um animal reduz as chances de desenvolver resfriados, problemas estomacais e dores de cabeça. Tudo isso acontece só de acariciar um bicho. Os níveis de imunoglobulina A, um anticorpo presente nas mucosas que evita a proliferação viral ou bacteriana, aumentam, fortalecendo o sistema imunológico. Saúde à base de carinho. Em outro estudo, cientistas da Universidade Warwick, na Grã-Bretanha, afirmaram que crianças se recuperam mais rápido de doenças rotineiras quando têm um pet em casa.

4. Previne alergias 


Sim, é verdade! Um exemplo clássico são os bebês que vão para a creche muito cedo. Eles ficam mais gripados ou têm mais infecções de garganta. Mas, por outro lado, o organismo desenvolve um processo imunológico que, mais tarde, reagirá melhor ao entrar em contato com esses fatores. Com a alergia é a mesma coisa. Se o seu filho tiver contato com o animal desde pequeno, o organismo passará a tolerar mais as reações alérgicas. Um estudo coordenado por Joachim Heinrich, cientista do Instituto de Epidemiologia de Munique, na Alemanha, comprovou a informação. Na pesquisa, 3 mil crianças foram monitoradas desde o nascimento até os 6 anos. Exames de sangue mostraram que aquelas que conviviam com cachorro dentro de casa apresentavam menos risco de desenvolver sensibilidade a pelos, pólen, poeira e outros agentes alergênicos inaláveis do que crianças sem cães.

5. Trabalha a autoestima 


Quando percebe que o animal não precisa ser perfeito para ser amado – mesmo se é um cachorro que baba em tudo, ou um gato caçador que traz insetos de brinde para o dono –, a criança ganha mais um espaço para exercitar seus sentimentos. Assim, fica fácil para ela aceitar melhor seus erros e entender que sempre será amada pelos pais e pela família. No contato com os bichos, elas deixam os medos e as dificuldades de lado e dão risada, relaxam e se tornam mais tolerantes.

6. Torna seu filho mais inteligente 

Uma pesquisa feita pelo norte-americano Robert Poresky, professor de desenvolvimento humano e estudos de família da Universidade Estadual do Kansas, mostra que as crianças que têm um pet possuem um desenvolvimento cognitivo, social e motor superior à média. Outro estudo norte-americano, dessa vez da Universidade Davis School de Medicina Veterinária, mostrou que os cães podem ajudar no aprendizado da leitura. Faz todo sentido. Quando estão aprendendo coisas novas, em especial na etapa de alfabetização, é fundamental que as crianças tenham alguém amoroso ao lado, que não olhe feio se errarem. E o máximo que o cachorro pode fazer é abanar o rabo ou comer um pedaço do livro para dar uma animada na brincadeira.

7. Desenvolve a capacidade afetiva 

A companhia de um bicho mexe com o emocional, principalmente na infância, e faz nascer e crescer novos sentimentos. Cumplicidade, amizade, respeito, paciência e amor, do jeito mais sincero possível, e de ambas as partes.

8. Reduz o estresse 

Um animal de estimação faz (muito) bem ao coração também. Enquanto abraça, brinca e acaricia o pet, o organismo diminui os índices de cortisol, hormônio do estresse, e aumenta os de serotonina, substância responsável pela sensação de bem estar. Resultado: menos tensões, pressão controlada e menor risco de sofrer problemas cardiovasculares. E antes que você pense: “Socorro, meu filho tem tudo isso?”, acalme-se. São mesmo coisas de adulto, mas que podem ser prevenidas desde bem cedo, o que não é nada mal.

9. Incentiva a fazer exercícios 

Se o seu filho já tem mais de 5 anos, levar o cachorro para passear vai ser um dos pontos altos dessa companhia. Além de ser a desculpa que você precisava para tirar ele da frente da TV e exercitar mais do que os polegares no joystick. Uma pesquisa da St. George’s University, de Londres, Inglaterra, mostrou que nas famílias com cão as crianças dão 4% mais passos diariamente e os adultos 25%(!) a mais do que nas que não têm um bicho. Ou seja: é bom para todos em casa se mexerem mais e ficar mais saudáveis.

10. Ensina sobre a morte 

Muitas vezes, o contato com o animal é a experiência mais próxima da natureza que a criança vive. Quando o bicho morre, ela passa pelo luto e é capaz de entender o ciclo da vida. Aproveite esse momento para conversar sobre a morte. A melhor maneira de seu filho entender é explicar de uma maneira simples. Fale a verdade, mas na hora de responder sobre a tradicional pergunta: “Para onde ele foi?”, você pode usar a criatividade. Muitas acham que o pet virou uma estrela ou que foi para o céu... Nessa hora, o simbolismo é fundamental porque a criança vai entender o que aconteceu à maneira dela.

08 outubro 2010

Vitamina B6 na TPM


Minha ginecologista me indicou vitamina B6 para tratamento da TPM, comecei esse mês e não é que estou me sentindo muito melhor. Eu que sofro os sintomas da TPM (pré e pós) desde sempre, não apenas as mudanças de humor, mas principalmente com enxaquecas, posso dizer que fazia muitos anos que eu não passava esse período tão disposta.


“Uma dieta equilibrada, com a quantidade adequada de carboidratos complexos (cereais, pão, arroz integral e batata), fornecidos em pequenas porções durante o dia, aumenta os níveis de triptofano, o aminoácido precursor da serotonina, hormônio responsável, entre outras coisas, pela regulação do humor. Além disso, consumir alimentos ricos em magnésio, em vitamina B6 e em cálcio também ajudam a melhorar os sintomas da TPM” (fonte)

"A TPM, como já vimos, está associada ao excesso de hormônio feminino existente no organismo durante os dias que antecedem a menstruação. Tal excesso pode gerar efeitos desagradáveis como cólicas e dor de cabeça. Por isso a vitamina B6 apresenta-se como uma boa amiga nessa hora. Porque ajuda a eliminar o excesso de toxina no organismo. Quem toma a pílula anticoncepcional perde mais vitamina B6. Por isso, se você utiliza pílulas anticoncepcionais, deve incluir mais fontes dessa vitamina em sua alimentação." (fonte)


Recomendo a todas as mulherzinhas que sofrem de TPM, procurarem um médico especialista, para ele indicar corretamente o uso da vitamina B6. Lembre-se o que é bom para mim, pode não ser bom para vocês, tem que saber qual comprar e a dosagem correta que deve-se tomar, para fazer o efeito esperado. NUNCA use medicamentos sem orientação médica.

06 outubro 2010

Mais um pouco de Osho

Eu conheço apenas uma virtude, que é a consciência.

Se a religiosidade se espalhar por todo o mundo, as religiões desaparecerão. E será uma enorme bênção para a humanidade quando o homem for simplesmente homem.

Em nome de Deus, em nome das igrejas, em nome de ideologias que não têm evidência alguma, as pessoas têm matado umas as outras.

Religiosidade é um caso de amor maior do indivíduo em relação ao cosmos.

Quanto um homem se apaixona pelo cosmos, pelas árvores, pelas montanhas, pelos rios, pelos oceanos, pelas estrelas, ele sabe o que é oração... Ele conhece uma profunda dança em seu coração e uma música que não tem sons. Ele experimenta pela primeira vez o eterno, o imortal, aquilo que sempre permanece em qualquer mudança, que se renova.

Religiosidade é um caso individual; é uma mensagem de amor de você com o cosmos.

(...) essas religiões tem sido parasitas, explorando as pessoas, escravizando-as em forçando-as a acreditar. Todas as crenças são contrárias a inteligência, e forçam as pessoas a orar com palavras que não têm sentido, porque elas não vêm do coração, mas apenas da memória.

Toda essa existência está cheia da virtude de Deus. Se você está cheio de religiosidade, toda a existência se torna simultâneamente cheia de virtude de Deus. Para mim, isso é religião.

As religiões ao redor do mundo têm ajudado a humanidade a esquecer até mesmo o significado da palavra. 

Uma das maiores necessidades da mente humana é ser necessária.

As religiões tem sido a razão pela qual a pobreza continua existindo no mundo; se não fosse assim, não haveria razão para isso, especialmente agora, quando a ciência e a tecnologia podem transformar toda esta Terra num paraíso. As pessoas religiosas não gostariam de que esta Terra fosse transformada num paraíso, porque então o que aconteceria com o paraíso delas?

A religião é o caminho para ir além da mente, porque a mente é fragmentada, dividida, uma multidão, muitos. E, quando  se vai além dela, a consciência torna-se uma, não-dividida, indivisível, individual. Conhecer essa consciência indivisível é conhecer tudo. Nada mais é necessário.

O verdadeiro problema do homem não é Deus, essa pobre pessoa que nunca foi vista depois daqueles seis dias em que criou o mundo. Desde então, ninguém sabe onde ele se encontra - se está doente ou ficou tão cansado de criar o mundo em seis dias que no sétimo dia descansou... isso é permitido. Mas o que aconteceu na segunda-feira seguinte? Desde então, tem estado em férias... e por uma eternidade. O mais provável é que tenha morrido.

Deus e o demônio são apenas hipóteses teológicas. Isso simplesmente mostra a fraqueza dos teólogos de não conseguirem dirigir o mundo sem falsas hipóteses para apoiar seus sistemas. Eles precisavam de Deus para criar o mundo, sem jamais se preocupar com quem criou Deus. Sua ideia fundamental é que, sem alguém para criar, nada pode ser criado.

Por isso eu digo a você: Deus está morto, o demônio está morto. A morte deles é muito necessária para você estar vivo.

O homem é esmagado entre o demônio e Deus, entre o bem  e o mal. Eu quero que o homem não seja esmagado, não seja escravizado, mas que seja um indivíduo por seu próprio direito, livre. E por meio dessa liberdade, por meio dessa consciência, ele deveria agir por ele, e não de acordo com o que Deus quer.

O político está dominando por causa da força física: seus exercícios, seus armamentos, suas armas nucleares. Os religiosos estão dominando espiritualmente. Interiormente, eles ficam dominando-o, dizendo o que é certo ou errado. Você tem que segui-los; caso contrário, começa a se sentir culpado, e a culpa é uma das maiores doenças espirituais. Todas essas religiões criaram para o homem uma situação na qual ele não pode se sentir a vontade, não pode curtir a vida, não pode vivê-la em sua totalidade.

Deixe a humanidade ficar livre de todas essas velhas superstições que têm dominado de modo tão perverso e distorcido a natureza humana tão imensamente.

Eu quero que o homem seja politicamente livre, religiosamente livre, livre em todas as dimensões, para funcionar por intermédio de sua própria voz baixa e serena, por intermédio de sua própria consciência. E este será um mundo lindo, uma verdadeira revolução.

04 outubro 2010

Comer Rezar Amar - Julia Roberts

Eu andava com muitas saudades de ver a Julia Roberts como protagonista de um filme, ela finalmente voltou e com tudo em "Comer Rezar Amar". Ontem fui ao cinema assistir com meu marido, após um delicioso almoço no shopping.


A história autobiográfica fala sobre Liz que, apesar do sucesso profissional e pessoal, sente-se vazia. Para se preencher, a escritora decide reencontrar os seus prazeres perdidos, como o gosto pela boa comida. Ou o conforto de uma religião, principalmente uma exótica para os ocidentais. Por isso, ela escolhe visitar a Itália e Índia, respectivamente. A Indonésia é escolhida para que Liz possa se reencontrar com um guru, que tinha previsto que ela voltaria. Mas lá ela encontra o terceiro caminho desse tripé, ao conhecer Felipe (Javier Bardem), um brasileiro tão solitário quanto ela, que deixou a desejar no sotaque. Mas é na Itália que ela começa a aprender a relaxar e a alegria de não fazer nada – o famoso dolce far niente. Em busca da sua religiosidade, ela descobre o que poucos sabem, que Deus está dentro dela, como ela.


O filme não foi exatamente o que eu esperava, não conhecia o livro, não sabia sobre o que tratava-se a história, apenas pelo que vi nos trailers, achei que seria um romance meio dramático, mas o filme é um drama, um bom drama, diga-se de passagem. Ele mostra que esse comportamento, essa busca por algo exterior – trabalho, casamento, filhos, corpo perfeito, etc. – é inócua. “Comer, rezar, amar” é um filme amplo e leve.


"Quando olhei pra dentro de mim, vi Deus, mas Deus era Eu! 
Eu não quero que tudo seja fácil, só não quero que seja tudo tão difícil. 
A ruína é um presente, é a estrada para a salvação.
Você sente meu amor, meu apoio - não, eu não tenho pulsação. 
Não olhe o mundo através da sua inteligência, olhe através do seu coração, 
dessa maneira você conhecerá Deus."

"Estou cansada de dizer não, e, de manhã relembrar tudo que comi no dia anterior... pra me odiar no chuveiro. Eu vou comer, não quero ser obesa. Só me livrei da culpa." 

Então bora comprar um jeans maior e ser feliz!
Go mulherzinha sem frescura, sem neuras e sem nóias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...