30 novembro 2010

Blog Rosa e Marrom reativado


De tudo um pouco, somente imagens.
Rosa e Marrom são minhas cores favoritas e definem perfeitamente quem eu sou e o que eu quero transmitir, a descontração e delicadeza do Rosa com a seriedade e simplicidade do Marrom.

26 novembro 2010

Vontade de...

Vontade de praia, sol, banho de mar...
areia nos pés e água de coco.

12 novembro 2010

Minhas frases...


"Quando aquela sensação, boa ou ruim aparece, 
e a emoção toma conta de mim... eu escrevo." 

"Se me entrego por inteira, não quero receber metade em troca. Por isso acabo sendo intolerante, porque não sei conviver com quem é pela metade."

"Decepção para mim é mão única, pode até fazer o contorno lá na frente, pegar atalhos para voltar, mas já traçou um caminho diferente do esperado."

"Eu não tenho necessidade das pessoas, não sinto vontade e/ou obrigação de conviver com elas, ainda mais quando as afinidades são tão poucas."

"Quando estou com as pessoas, me entrego, gosto de agradar, ajudar e ouvir, faço de coração, mas sempre espero a mesma consideração em troca."

"Posso ser uma boa companhia, a melhor de todas, para ser sincera, mas vai depender de quem você é, o que você pensa e com quem você anda."

Para as mulherzinhas sem noção... tente, pense, mude, reinvente-se... seja diferente!

'Gostaria de ser mais paciente, menos estressada, mas intolerância é o meu grande defeito.' 

'Sou uma segunda nublada, um domingo de sol no parque e uma noite chuvosa.' 

'Sou super realista e tenho uma vontade enorme de abrir os olhos das pessoas, e uma angústia frustrante de nem sempre conseguir o resultado esperado.'

"Sou meio solitária no meu mundo de desejos incompreendidos, mas sou realizada em muitas sentidos também."

"Sou diversas coisas, mas nada do que vocês imaginam... porque sou muito mais do que podem ver, sentir ou imaginar... sou o que sou e nada nem ninguém pode me mudar."

Se Quem Ama Não Compra então Quem Ama Não Come! Se é para proteger, que seja todos os animais, afinal, todos têm direito a ViDa! 

Mudar conceitos é bom... abrir a mente e evoluir, refletir, reaprender e modificar-se todos os dias, para melhorar como ser humano! 

"Eu sempre vivi fora do contexto, certas coisas e comportamentos nunca serão normais para mim, sou um tanto antiquada." 

"Eu me lembro apenas de esquecer, de tentar esquecer, de não acreditar e fingir que tudo não passou de um sonho ruim." (Memórias da minha infância)

"Ele era o alicerce, era tudo, era um homem bom e trabalhador... ele se foi sem dizer Adeus!!" (Memórias da minha infância)

"Levei anos para entender, que não lembrava dele, porque resolvi esquecê-lo para não sofrer." (Memórias da minha infância)

‎"O que pensam de mim não me incomoda, elogios não me iludem, gosto de viver na realidade." 

"Sou inverno, sou outono, sou primavera, mais definitivamente não sou verão."

"Sou absoluta em tudo que faço, sem artifícios, sou simplesmente assim!"

‎"Sou tudo ou nada, detesto meio termo! Sou tudo que desejei e tenho quase tudo que sonhei." 

Eu respeito as diferenças, mas não suporto a indiferença, hipocrisia e a alienação! 

"As pessoas se enganam quando pensam que eu quero que todos sejam iguais, e ainda pior, iguais a mim, ninguém suportaria a carga que eu carrego."

"Eu realmente não desejo que as pessoas pensem iguais a mim, eu apenas desejo que elas pensem por si mesmas."

Olho atentamente para o rosto com traços mais robustos, procuro a bochecha macia, um olhar ingênuo e um sorriso maroto, mas não encontro mais. (Meu filho cresceu, e agora?)

"Sou excelente mestre cuca, sou boa de garfo e não sou adepta a dietas e nem escrava da balança."

"Preciso me afastar do teclado, palavras pulsando nos dedos."

"Sou realista demais para acreditar em contos de fadas e viver num mundo de faz de conta. Eu só sei me divirtir, com os pés no chão!"

"Minha parte sensível, aquela que se emociona, eu guardo para chorar com coisas bobas, sem importância... e assim eu me preservo."

incompreendida 
intolerante
indignada
incomum 

"A minha essência é de espinhos... mas visto-me de rosa!"

Ansiosa
Afobada
Alucinada
Apavorada

"Retalhos e agulha por favor... preciso remendar esses buracos no meu peito, incomodam demais."

"Sou excelente mestre cuca, sou boa de garfo e não sou adepta a dietas e nem escrava da balança." 

Para mim as coisas funcionam no 'safanão', daquele tipo 'acorda agora'... é difícil ter paciência com quem precisa de tempo para qualquer coisa. 

"Como é difícil regredir, quando já se chegou tão longe."

Raivosa
Ranzinza
Revoltada
Rabugenta
Reservada
Rancorosa



Estou cansada dessa montanha russa... quero andar de carrossel.

Rostinhos bonitos não me encantam, palavras bondosas não me seduzem e comportamento delicado não me convence.



Pior que causar danos...
é consertá-los sem verdadeira intenção.

Casamento não é conquista, filho não é troféu... família é coisa séria!!

(Todas frases acima são da minha autoria, caso queira copiar, não esqueça de levar meu nome junto, conforme a Lei nº9.610. Plágio é crime. )


by Helenice Costa Boto

05 novembro 2010

Olhando pela janela

Olhando pela janela, vejo a Bella admirando a vista!
Enquanto isso, a chuva vem se aproximando.
E a tempestade chega, escurencendo o céu, com muita força e gritando através com seus trovões.
Mas depois da tempestade, vem o arco-íris.
De vez em quando, parece que posso alcançar o pote de ouro. 
Outras vezes, vejo o arco-íris bem distante, mas não deixa de ser um espetáculo da natureza.
E o pôr do sol, deixa o horizonte perfeito.
Impossível não admirar o quanto a natureza é perfeita. 
 E no dia seguinte, como se nada tivesse acontecido, olha que maravilha.
Tudo tão lindo! 
 E para completar, sempre tem alguma coisa diferente no ar.
As vezes, basta eu dar uma olhada pela janela, para me sentir bem.

04 novembro 2010

Eu não tenho medo da balança


"Sou excelente mestre cuca, 
sou boa de garfo,
 não sou adepta a dietas 
e nem escrava da balança." 

Unhas sem Frescura

Outro dia vi uma reportagem sobre como as mulherzinhas de Nova York cuidam das suas unhas. Diferente do Brasil, que encontramos pé e mão por diferentes preços, para todas as classes sociais, por lá, fazer a unha no salão é muito caro, só mão fica aproximadamente 25 Reais, e as manicures nem tiram as cutículas. É, por lá não existe o mesmo cuidado com as unhas que aqui, que saímos com as unhas impecáveis do salão. As manicures americanas não tiram as cutículas, apenas empurram para dentro, lixam as unhas e fazem uma massagem nas mãos, esse é o único momento de tranquilidade, porque todo esse processo é feito rapidamente, sem tempo para o papo-furado entre cliente e manicure, o que para nós mulherzinhas brasileiras, é essencial, não é mesmo!
Mas confesso que gostei disso tudo, é bem coisa de mulherzinhas sem frescura, não ficam desesperadas com as unhas, geralmente ficam com o mesmo esmalte por 2 semanas, não importam-se muito com unhas impecáveis, afinal, mulher é muito mais do que só uma cutícula bem tirada, se eu morasse lá, estaria bem feliz, já que geralmente arrumo minhas unhas em casa, e nunca ficam impecáveis como no salão, mas lá, isso não seria problema, unhas sem frescura, adorei isso.

Assista a reportagem completa:

01 novembro 2010

Lembre-se de nunca fazer concessões

Lembre-se de nunca fazer concessões. Fazer concessões é absolutamente contra toda a minha visão.

Veja as pessoas. Elas são infelizes porque têm feito concessões em tudo, e elas não podem perdoar a si mesmas porque fizeram concessões. Elas sabem que poderiam ter ousado, mas elas provaram ser covardes. Sob seus próprios olhos elas caíram, perderam a auto-estima; isso é o que as concessões fazem.

Por que alguém deveria fazer concessões? O que temos a perder? Nesta pequena vida, viva tão totalmente quanto possível.

Não tenha medo de ir ao extremo, você não pode ir mais do que o total, que é a última linha, e não faça concessões. Sua mente pende totalmente para as concessões porque é assim que fomos educados, condicionados.

Concessão é uma das palavras mais feias da nossa linguagem. Ela significa: eu dou metade, você dá metade; eu entro com a metade, você entra com a metade. 

Mas por quê? Quando você pode ter o todo, quando você pode comer o bolo e também tê-lo, então por que fazer concessões?

Basta um pouco de coragem, apenas um pouco de ousadia - e só no início. Depois de ter experimentado a beleza da não-concessão e da dignidade que ela traz, e a alegria, e a integridade e a individualidade, pela primeira vez você sente que tem raízes, que tem um centro, que vive por si próprio, que você não vive como um homem de negócios - viver a vida como um homem de negócios é prostituição.

Viva como um guerreiro.

Desta ou daquela maneira, mas nunca faça concessões. É melhor ser derrotado, mas totalmente, que ser vitorioso por meio de uma concessão; essa vitória não lhe trará nada a não ser humilhação, e a derrota sem concessões ainda assim vai dar-lhe dignidade.

Osho - via Palavras de Osho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...