09 dezembro 2010

Simpatia não ajuda, atitudes fazem a diferença

Não adianta calcinha colorida, pular ondinha ou comer lentilha,.

Simpatia não ajuda, são as atitudes que fazem a diferença.
Deixe essa vibração ruim no ano velho.

Comece 2011 fazendo o bem!

08 dezembro 2010

Maternar ou entrar logo na velha calça Jeans?




O que você faz depois de ter um filho? No que depender do exemplo das celebridades brasileiras (e do que é noticiado sobre elas) você deixa o album do bebê de lado e o descanso fica para outra hora. Isso não é importante. Não há tempo a perder. A única coisa urgente é que você entre em forma imediatamente. Depois que isso acontecer, você vai ser capa de uma revista contando como "queimou" 15 quilos em um mês. A revista vai vender bastante. E virar notícia na internet.


Fiquei chocada com a matéria "Famosas decretam o fim do resguardo".
Quer dizer que pouco mais de um mês depois de ter dois bebês, a prioridade é "correr atrás do prejuízo", como está fazendo Giovanna Antonelli? Ou que com um bebê de dois meses é preciso passar por um "sério tratamento" como vai fazer Adriane Galisteu?



Nem quero entrar no mérito de quão danoso esse tipo de comportamento das celebridades seja para todas as mulheres comuns que penam para voltar ao seu corpo "normal". Sei que é difícil, porém, nesse ponto, acho que é responsabilidade nossa resistir a todos esses apelos, cultivar o carinho e o amor por nossos corpos como eles são e relaxar na nossa pele, pois a mídia vai continuar nos bombardeando, o photoshop vai continuar correndo solto e teremos que ser mais fortes que tudo isso. Temos que colocar em nossas cabeças de uma vez por todas que viver deixa marcas, que cada ruguinha e fio de cabelos branco simbolizam mais um pedacinho de nossa estada neste maravilhoso planeta. Imaginem, então, ter um filho? Quer experiência mais densa, complexa, viceral e tudo o mais de forte, gostoso, mamífero que puder existir? Como podemos voltar a "ser o que éramos antes" depois de passar por ela?



O que quero abordar aqui é outra questão: e os bebês dessas mulheres? Como ficam? Bebês com menos de um mês ficam com outra pessoa que não a mãe para que esta vá "recuperar a barriga malhada"? E a amamentação? E o colo? E o cheiro de mãe? Sempre tive muito clara a necessidade de a mulher se doar totalmente ao bebê nos primeiros meses, acho que isso está incluído no pacote "engravidar+ser mãe". Agora que estou grávida, então, essas coisas mexem ainda mais comigo. Um bebê é uma criaturinha complexa, que possui muito mais necessidades que o binômio "estar limpo-estar alimentado". Eles precisam de afago, de colinho, precisam se sentir seguros, precisam que apresentemos a eles com suavidade, com tranquilidade este mundão cheio de estímulos e que pode ser bem assustador para quem é muito pequeno e estava até pouco tempo atrás protegido e quentinho dentro do ventre materno. Isso é maternagem. E dar isso a nossos filhos, definitivamente, não combina com a busca do corpo perfeito.


Comemorando meu 1º ano como vegetariana

E o ano passou e estou muito feliz, 2010 irá marcar minha vida para sempre, um ano de transformação.
Tudo começou no dia 15 de dezembro de 2009, lembro como se fosse hoje, como tudo na minha vida, aconteceu rapidamente e conscientemente, veio o esclarecimento e acordei, finalmente entendi que todos os animais merecem respeito e tem direito a vida. 
Foi um ano tumultuado, e no meio disso tudo, me redescobri, minha mente ultrapassou todos os limites, hoje sei quem eu sou e defendo o que acredito, posso dizer que o vegetarianismo trouxe junto a liberdade que tanto almejava e ao mesmo tempo, tinha tanto medo de assumir, a liberdade de escolhas e pensamentos.
Dia 15 de dezembro estarei comemorando 1 ano de vegetarianismo, caminhando lado a lado com meu marido e meus filhos, todos juntos, felizes, saudáveis e bem alimentados. Não comer - carne, carcaças, cadáveres, restos - de animais, pode parecer pouco, mas para eles, significa viver e para nós, fazer alguma coisa, em prol dos animais, é de valor inestimável e recompensador.

"Pare, pense, conscientize-se... faça uma ceia diferente"! 
Comece agora a mudança, não deixe para o ano que vem.
Go Vegetarian!

05 dezembro 2010

Cuidado - injeção no bumbum

Não me surpreende porque essas mulherzinhas de hoje são tão problemáticas e sem preparação para enfrentar as adversidades da vida. São mimadas, reclamam de tudo e quando qualquer problema aparece, correm para os braços das mães, amigos ou religião, por qualquer briguinha com o marido ou dificuldade do dia-a-dia, pedem ajuda, choram, descabelam-se e no final, não aprenderam absolutamente nada. A vida para elas gira só em torno do próprio umbigo, não sabem e não compreendem o que é ser uma mulherzinha sem frescura. Então deixo um conselho para esse tipo de mulherzinhas, esse blog não serve para vocês, têm informações e realismo demais para quem não aguenta nem injeção no bumbum.

04 dezembro 2010

Eu não acredito em contos de fadas


Detesto frases muito nhe nhe nhé, do tipo seja tolerante, seja bonzinho, seja isso ou aquilo, aguente tudo, dê a outra face, ... quanta baboseira. A sociedade e as igrejas criam semi-humanos, pessoas que não atingem todas suas capacidades, por medo e por falta de força de vontade. São induzidas a contentarem-se com o que tem e que dinheiro não traz felicidade, claro, é muito fácil dominar pessoas sem ambição. Elas não sabem, ou esquecem, que nossas escolhas e atitudes comandam o aqui agora, e refletam no futuro. O resto são coisas do acaso, todos passam por adversidades na vida. Não basta só acreditar, tem que lutar! Sabe aquela catadora de papel, com 4 filhos caminhando debaixo da chuva com os pés descalços, hoje terão o que comer, porque ela acordou cedo, e no final do dia, estava com o carrinho cheio. Enfim, sou realista demais para acreditar em contos de fadas e viver num mundo de faz de conta, milagre é a gente que faz, acreditando em nós mesmos e com muita força de vontade, somos capazes de mover montanhas.

01 dezembro 2010

Sem horário para nada


O melhor das férias é isso...
não ter horário para.
Eu estou no comando do tempo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...