20 novembro 2011

E a sacola da criança?


Hoje o almoço que era para ser perfeito, restaurante que eu adoro e comida muito boa, teve o ambiente estragado por uma família que carregava uma música de fundo insuportável, uma menininha berrando e chorando o tempo todo.
Enquanto a menina de aproximadamente 1 ano, não ficava quieta e chorara, como chorava, sem sair uma lágrima, pura birra, ‎o pai bundão não abria a boca e a mãe ficava "para filhinha" "que foi filhinha" e eu morrendo de vontade de levantar da minha mesa, ir a até o balcão, pegar um pirulito que tinha de cortesia, voltar até a mesa dessa família chata e enfiar o dito pirulito na boca da criança.
Todo mundo no restaurante estava incomodado, realmente estava insuportável, e os pais nem para se levantarem e levarem a menina para fora ou dar um jeito dela ficar quieta, tremenda falta de respeito com todos que estavam ali querendo almoçar em paz.
Enquanto meus filhos eram bebês e até a segunda infância, eu nunca saí de casa sem uma sacola com itens necessários, de acordo com que a idade pedia, fralda, mamadeira, suco, brinquedinho, bolacha, roupa extra, depois papel e caneta, entre outros atrativos, conforme foram crescendo. Fico horrorizada quando vou para rua, shopping e vejo mães com bebês no colo e sem uma sacola, o bebê babando, e sem uma fraldinha de boca. Ui, que desespero.
Não lembro dos meus filhos fazendo esse tipo de escândalo em locais públicos, e se tentaram, não tiveram sucesso, afinal, educação começa no berço. Infelizmente nem todas crianças tem pais educadores, preparados para esse tipo de situação, e por isso mesmo se aproveitam, e nesse caso, tudo poderia ser remediado e evitado quando a sacola da criança vai junto, afinal, eles também ficam entediados, assim como nós, quando estamos em locais que não gostamos.
Por isso eu pergunto para aqueles pais do restaurante, e a sacola da criança, aonde estava? Eu não vi, em momento algum apareceu uma chupeta ou mamadeira para acalmá-la, ela só ia piorando a cada instante, fui ao lavabo, e encontrei a mãe com a menininha lá, tentando lavar as mãozinhas dela sem sucesso, cada vez que aproximava a menina da água, a chatinha berrava, aquele choro forçado de birra, ai que agonia, criança não é brinquedo, não aprende as coisas sozinhas, precisa ser orientada, educada e estimulada, caramba!

Fomos embora ao mesmo tempo, e assim que o pai saiu para fora com ela no colo, a menininha abriu um sorriso e ficou toda alegrinha, conversando e gesticulando, enquanto isso, a cena do pirulito não saiu da minha cabeça. (rsrs)


4 comentários :

  1. Eu nao saio sem as muambas da Cécile !!! kkkk Tem de tudo um pouco na bolsinha dela q agora diminuiu mas continua com um otimo conteudo!! rsrs

    ResponderExcluir
  2. kkk... já comentei no face que sou a mestre em esquecer as coisas da Manu em casa! hauhau... mas nunca saio sem a bolsa ela... aliás, a bolsa dela atualmente é a minha bolsa... eu só enfio minha carteira e celular numa nas repartições!
    Odeio quando a Manu começa a ficar impaciente e quer chorar... na hora fazemos alguma coisa pra distrai-la (comida geralmente resolve! hehehe) tem mãe/pai que não se toca mesmo!

    Bjssss

    ResponderExcluir
  3. Oi Lele! Devo precisar de umas dessas. Talvez venha criança por aí no próximo ano (são só planos).srsr

    por K.M

    ResponderExcluir
  4. Sério Késsia... que maravilha!!!!!! Fiquei super feliz com a notícia, tudo de bom um bebezico, felicidades e boa sorte.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...