24 junho 2012

Seja mãe e não blogueira


Sinto um imenso desgosto em ver mães se achando tão "esclarecidas" porque possuem um blog, sendo que são exatamente essas que não sabem de nada e mantém a mente tão "pequena" em plena era da informação. 
Ser mãe está muito além das páginas da internet, se "conectar" não torna nenhuma mãe melhor ou pior, minto, talvez pior, antes uma mãe do tipo que cochila enquanto o filho pequeno dorme, aproveita para descansar, ou então cuidar dos seus afazeres (como eu sempre fiz quando meu filhos eram pequenos) e assim poder se dedicar 100% ao filho quando ele estiver acordado, do que aquela mão do tipo que fica mais na internet blogando e pensando baboseiras para escrever, do que com os próprios filhos, para chamar atenção de outras meia dúzia de mães do tipo "maria vai com as outras", sem personalidade nenhuma, muito menos com capacidade para criar uma criança, acabam "inventando" tantas regras e restrições, que a maternidade se torna uma coisa chata, cheia de frescuras que não leva a lugar algum, apenas não permitem que seus filhos tenham uma infância completa, com tudo que tem direito. 
Então seja mãe, e não blogueira, desligue o computador e vai aproveitar seus pimpolhos, não se preocupe com o que as outras "mães" irão pensar, o instinto materno já nasce conosco, o resto se aprende no dia-a-dia, e para saber se está fazendo certo ou errado, basta olha para seu filho e ver se ele está ou não feliz e saudável, e principalmente estar 100% presente e atenta a eles, sempre, e pronto!
A verdade é que teoria é muito bom, se informar é muito importante, mas aprender na prática, tudo ao seu tempo, para mãe e filho, é muito melhor, experiência própria!!!!!!

4 comentários :

  1. Amei, amei, amei!!!
    Mas um desses seus desabafos que rendem ótimos posts!!!! hehehe... ainda bem que escreveu!

    Eu sou uma mãe que tem blog, e não uma mãe blogueira, até pq meu blog é blog-diário ou blog-relato e não formador de opinião, nem ganho dinheiro com ele...
    estou ocupada demais brincando, rolando no chão, sendo beijada, agarrada... isso sim é ser mãe e não ficar "militando" por coisas que realmente, não fazem diferença!

    Bora ser mãe de verdade! hehehe

    Bjsss xuxua!

    ResponderExcluir
  2. Eita que sou mãe, sou blogueira e gosto muito rss.. Pelo menos me considero blogueira, digo, não sou de publicar todo dia mas sou blogueira, assim como você é, se bloga é blogueira, pelo menos penso assim.

    Meu filho não fica jogado rss... Beijos em vocês!

    ResponderExcluir
  3. Flavi, vc não entendeu o contexto do post, vai mto além, o título é apenas um "chamativo", o termo "blogueira" não é sobre o blog (ter um blog) e sim sobre a alienação que os assuntos em blogs "maternos" trazem... como a Bruna mesma disse: que tem blog mas não é "mãe blogueira", no sentido ruim da coisa, que só vive pensando no que vai blogar, para ganhar seguidoras, chamar atenção, perdendo tempo com bobagens, que não levam mãe e filhos a lugar algum, nãos servem para nada, apenas perda preciosa de tempo que poderiam estar curtindo suas crias.

    Quanto a mim, posso ser blogueira a vontade, não tenho filho pequeno e muito menos tenho blog com assunto específico, pelo contrário, aqui tem de tudo um pouco, e como já disse várias vezes, não tenho intenção alguma de ser blogueira, de "causar", escrevo para mim, e quando alguém gosta, melhor ainda, fico extremamente feliz em saber que não sou a única "mulherzinha sem frescura" do planeta, agradeço a cada seguidora nova que ganho, de todo coração, pq elas chegaram até aqui, se identificaram com o que escrevo e ficaram, sem eu precisar correr atrás, isso não tem preço.

    Obs.: Que bom que seu filho não fica jogado... mas isso eu já sabia!

    Aquele abraço

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...